Siga-nos nas Redes Sociais

Caso Phoebe: A Defesa

EUA: jovens negam culpa por suicídio de menina após bullying

Três adolescentes de um povoado de Massachusetts acusados após o suicídio de uma colega de classe a quem supostamente perseguiam se declararam inocentes nesta terça-feira.
Os três jovens não compareceram ante o juiz e foram representados por seus advogados, mas estão convocados à outra audiência no dia 15 de setembro. Outros três adolescentes envolvidos no caso serão acusados formalmente nesta quinta-feira.
As acusações incluem a violação dos direitos civis de Phoebe Prince, uma colega de classe irlandesa que se suicidou em janeiro passado, aos 15 anos, possivelmente como consequência da perseguição dos estudantes.
Prince havia chegado à pouco tempo da Irlanda e se instalou em South Hadley, onde foi objeto de "bullying" por parte de colegas de ambos os sexos, prática frequente entre os jovens.
A menina foi vítima de assédio verbal, ameaça de agressão física e mensagens hostis através da rede social Facebook. Prince foi encontrada enforcada na escada em casa por sua irmã mais nova.

0 comentários:

Deixe seu comentário!