quinta-feira, 20 de maio de 2010

10 Características do Bullying!

Anônimo disse...
"queria saber 10 características do bullying.........."
Olá Pessoal... Um leitor aqui do blog BULLY: NO BULLYING! quer saber 10 características do bullying, então, aqui estão elas:

1) Agressão física e/ou psicológica: existem dois tipos de agressões no bullying, a direta (física) e a indireta (psicológica e verbal).
A agressão direta envolve contato físico, sendo, por isso, mais evidente. Acontece por meio de socos, pontapés, beliscões, empurrões ou outros tipos de comportamento, como prender uma pessoa em um armário ou em um cômodo.
A agressão indireta é mais sutil e, por isso, difícil de identificar. Ela ocorre normalmente sem contato físico, através de fofocas, difamações, rotulações pejorativas e exclusão social.

2) Entre pares: o bullying acontece dentro de um contexto no qual os envolvidos se encontram no mesmo patamar de força. Não existe uma função hierárquica que possa impedir ou incentivar determinada atitude, no que se refere a agredir ou ser agredido.

3) Intencionalidade: o autor de bullying possui clareza de seus atos e sabe que o alvo das suas agressões não gosta de suas atitudes, mas, mesmo assim, as faz. Agride para ganhar o destaque na turma, os seus pares.

4)Repetição, freqüência: É comum, no bullying, que os alvos sejam agredidos ou ridicularizados todos os meses, semanas ou, até mesmo, várias vezes ao dia. Essas agressões ocorrem no intervalo das aulas, na entrada e saída do colégio e em outros espaços escolares como, a própria sala de aula.

5)Violência gratuita: o alvo de bullying não precisa motivar as agressões sofridas. O autor agride porque quer se aparecer e, para isso, diminui e menospreza o outro gratuitamente, sem motivação aparente.

6) Violência Velada: outra característica do bullying é que ele acontece escondido, propositalmente, dos adultos. Por isso, difícil de ser identificada.

7) Local: O bullying não acontece somente na escola, ele pode aparecer nos clubes, faculdades, igrejas, quartéis, na pópria família, ou seja, em qualquer lugar onde existam relacoes interpessoais.

8) Agressão silenciosa: na maior parte dos casos, o bullying acontece dentro da sala de aula com a presença do professor. E é porque o fenômeno possui como uma das suas características a agressão psicológica que, esta, se apresenta de forma quieta, silenciosa, através de um olhar, um sorrisinho irônico, ou até mesmo, um bilhete no caderno. 

9) Uso de tecnologias: o bullying pode apresentar-se por meio das tecnologias como mensagem de celulares e páginas na internet. Quando isso ocorrre damos o nome de cyberbullying.

10) Conseqüências: dificilmente alguma pessoa consegue passar pelo bullying sem levar marcas para toda a vida. Todos os envolvidos, sejam eles alvos ou autores de bullying, sofrem conseqüências e, às vezes, elas são irreversíveis. Esta é uma das principais razões que nos leva a crer em uma política de combate e prevenção ao fenômeno em todas as escolas.

Espero ter ajudado, 
Grande Abraço!!
Carolina.

9 comentários:

Rockliz disse...

gostei muiuto,mesmo!! PARABÉNS
Vai me ajudar muito...

Rockliz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carolina Giannoni Camargo disse...

Que bom que gostou e espero ter ajudado! Caso tenha dúvidas, entre em contato, ok? Muito obrigada...

mari disse...

foi o único site q eu encontrei essa resposta. Parabéns!!!

josi disse...

achei muito bom respondeu minha pes quisa
achei muito interesante

anonymous disse...

parabens vc parece ser bem inteligente!!!!!!!!!!!!!

giovana disse...

bom meu nome e giovana e eu ja sofri o bullying e sei que nao e bm por isso alerto quem posso e nao dexo acontecer cm ninguem na minha escola ou no meu bairro

Daniela disse...

Excelente texto, contextualizado no ambiente escolar.
Contudo, sempre é importante lembrar que este tipo de comportamento "maldoso" se manifesta também em grupos de adultos. Ou seja, não é uma exclusividade das crianças, mas uma 'característica' comum à vários seres humanos - acredito eu - num grau de consciência menor. Menos desenvolvidos enquanto caráter e espírito.
Enquanto crianças, ainda podem aprender e superar.
Mas e quando é um adulto malvado a fofocar e fazer intrigas para se dividir, o que pensar?
É real.

Anônimo disse...

Olá,
Eu sou professora e queria passar um conteúdo para os meus alunos em base do bullying e seu blog me ajudou pois não sou formada em Ética e Cidadania, sou formada em Informática, Musica, Letras e Español.
Agradeço esta sua postagem e admiro pois fazer um blog sobre o bullying é algum muito bom para levar informações para os interessados, novamente agradeço e continue assim, admiro este seu compromisso.