Mais sobre o julgamento do caso de Belo Horizonte

13:35

Caso de Belo Horizonte:


Para lembrar do caso, segue o post do dia: 7 de junho de 2010, aqui no 
blog Bully:no bullying!

" Pessoal, boa noite!

Eu estava aqui pensando esses dias sobre o caso de Belo horizonte. Só para recapitular (post do dia 20/05/10):


"Tábua", "prostituta", "sem peito" e "sem bunda". Estas eram as ofensas disparadas pelo adolescente condenado por praticar bullying contra uma colega de classe, em uma escola particular de Minas Gerais. A história ganhou repercussão nesta terça (19), com a publicação da sentença pela 27ª Vara Cível, de Belo Horizonte. O magistrado Luiz Artur Rocha Hilário, que julgou o caso entendeu que a ação, movida pela família da garota, era procedente e determinou o pagamento de indenização por danos morais, fixada no valor de R$ 8 mil.


Quem foi condenado? Os pais do autor de bullying. Sobre este caso tenho muitos comentários a fazer, mas, vou me atentar apenas a dois: o resultado do julgamento e o advogado de defesa.


Resultado do Julgamento:

Os pais do autor de bullying foram acusados e deverão pagar o valor de R$8000,00 ao alvo das agressões. A escola, que recebeu a denúncia e que não tomou as medidas necessárias para acabar com as agressões, saiu ilesa. Houve uma denúncia antes do processo. Os pais do alvo avisaram a escola sobre o caso de bullying. A escola, segundo as notícias, não mediou a situação e não soube "trabalhar" nem com o alvo e nem com o autor das agressões. Será justo a responsabilidade ir (apenas) para os pais? Afinal, quem são os PROFISSIONAIS de educação, os pais ou a escola? Lembrando que as agressões ocorreram dentro da escola e que esta, por sua vez, não estava preparada para combater o caso ...


Advogado de Defesa:

Vejam o que o advogado do autor de bullying disse:


"O conjunto das provas não conduz à essa conclusão. A figura do bullying em si não é um mero aborrecimento. Um mero aborrecimento não gera um dano moral. O bullying é o comportamento agressivo dos adolescentes. Iniciou-se nos Estados Unidos, onde menores se digladiavam em escolas, humilhavam uns aos outros. Isso não é a realidade brasileira. E não ocorreu neste caso - afirmou, evitando revelar detalhes do processo."



Pessoal, como este advogado vai para uma audiência sem ter estudado o mínimo sobre bullying? "Doutor", preste atenção, o bullying não nasceu nos Estados Unidos, e este fenômeno não escolhe realidades para acontecer!!!


O bullying ocorre em qualquer escola, seja ela pública ou particular, rural ou urbana, em qualquer cidade, estado e país... infelizmente! O bullying não escolhe classe social, gênero, raça, cor e etnia, é uma violência entre pares (quaisquer pares).


Hoje em dia, tem muita gente falando besteira sobre bullying, pessoal. O assunto é sério, merece atenção e precisa ser pesquisado e analisado muito bem antes de qualquer julgamento.


Possui opinião sobre o assunto?

Então escreva para:

contato.bullying@yahoo.com.br"



Você provavelmente vai gostar

4 comentários

  1. Chamar um gordo, de gordo é ofensa?? Chamar um magrelo de palito é ofensa? Isto é bullying ou um bando de chatos que buscam pseudo humanizar relações em uma sociedade na qual a aparência é essência de tudo. ABAIXO O POLITICAMENTE CORRETO.

    ResponderExcluir
  2. OLÁ!
    O SIMPLES FATO DE CHAMAR ALGUÉM DE GORDO OU MAGRO NAO CARACTERIZA, EM MINHA OPINIÃO, BULLYING. PARA SE CARACTERIZA BULLYING DEVE HAVER REITERAÇÃO DA AGRESSÃO (FISICA OU PSIQUICA), QUE DEVE CAUSAR SOFRIMENTO À VÍTIMA. DEVE-SE ANALISAR CASO A CASO PARA SE TER A REAL NOÇÃO DO QUE É BULLYING OU UMA SIMPLES BRINCADEIRA.

    ResponderExcluir
  3. Talvez chamar simplesmente não caracterize bullyin, porém, se o gordo já sofria por ser gordo, e quem faz não faz uma ou outra vez porque brigaram, ou por brincadeira COM O CONSENSO DO ALVO, no caso o gordo, isso sim é bullying... pois pode acarretar em problemas psicológicos que podem ser irreversíveis. Não é o chamar o gordo de gordo, e sim ficar chamando ele toda hora de gordo em tom pejorativo, ou não chamá-lo pro seu grupo porque ele é gordo, ou sempre estar fazendo piada com ele porque ele é gordo, fazendo com que ele se sinta mal e passando dos limites simplesmente chamando ele de gordo repetidas vezes. Não é ser politicamente correto, é ter um pouquinho de bom senso.

    ResponderExcluir
  4. oi achei seu texto muito interessante. Aqui em minha escola estamos fazendo uma ensanaçao sobre esse asunto seu texto me ajudou muito formular minhas falas. Parabens por ter coragem de expresar sua opiniao ja que esse asunto e muito polemico. Se possivel escreva mais pois adoraria ler mais publicaçoes sus um beijo e thau.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!