Siga-nos nas Redes Sociais

Metéria sobre bullying na TV TEM

De 5% a 35% dos alunos estão envolvidos nesse tipo de comportamento no mundo
(matéria retirada dia 14 de junho de 2010 do site: 


        


Um problema que atinge 49%  dos alunos no Brasil. O “bulling”, uma discriminação feita por alguns estudantes contra uma única pessoa, pode levar a depressão.

Tudo começa como “brincadeira”. No início ela parece ser ingênua, mas no fundo é de mau gosto. Tapinhas e apelidos maldosos têm um nome: bulling. O que muita gente não sabe é que tudo isso pode trazer consequências para quem é agredido.

Para a psicóloga Kátia Silene Félix da Silva, o agressor também pode ter o psicológico alterado. Estudos mostram que, no mundo, de 5% a 35% dos alunos estão envolvidos nesse tipo de comportamento. No Brasil, estima-se que esse índice chegue a 49%. Em uma escola estudam 700 crianças de 7 a 10 anos. Para evitar o bulling, algumas estratégias foram tomadas.

A pedagoga Carolina Giannoni pesquisa o bulling desde 2005. Há pouco tempo lançou um livro sobre o assunto. Durante os cinco anos de estudo, ela constatou que esse comportamento, em 70% dos casos, envolvem crianças com 12 e 13 anos.

Divulgar o bulling é preciso para que todos sejam informados sobre as prováveis mudanças de comportamento. Além de deixar bem claro, que o que parece ser uma brincadeira não é.

(Redacao TV Tem -11/06/2010 - 21:09 Atualizado em 11/06/2010 - 21:09) 

Complemento...

Pessoal, mais uma informação sobre a matéria: segundo a ONG PLAN, 70% dos alvos de bullying pertecem a 5ª e 6ª série do ensino fundamental. E eu acredito que isso ocorre nesta fase, justamente por ser um período de mudanças sociais, culturais, hormonais e comportamentais...

Grande Abraço,
Carol.   

0 comentários:

Deixe seu comentário!