terça-feira, 22 de março de 2011

"Jeremy" relata bullying

Vejam clip em:

http://www.youtube.com/watch?v=f0MX4vBWzNk

 


"Jeremy" com Pearl Jam

Em casa
Desenhando figuras de topos de montanhas
Com ele no topo, sol amarelo limão
Braços erguidos em V
Os mortos estendidos em poças de cor marron embaixo deles

Papai não deu atenção
Para o fato de que a mamãe não se importava
Rei Jeremy, o perverso
Governou seu mundo

Jeremy falou na aula de hoje
Jeremy falou na aula de hoje

Me lembro claramente
Perseguindo o garoto
Parecia uma sacanagem inofensiva

Mas nós libertamos um leão
Que rangeu os dentes
e mordeu os seios da menina na hora do intervalo

Como eu poderia esquecer
E me acertou com um soco de esquerda de surpresa
Meu maxilar ficou machucado

Deslocado e aberto
Assim como no dia
Como dia em que ouvi

Papai não dava carinho
E o garoto era algo
Que mamãe não aceitaria
Rei Jeremy, o perverso
Governou seu mundo

(3x)
Jeremy falou na aula de hoje

Tente esquecer isto
Tente apagar isto
Do quadro negro

(2x)
Jeremy falou na aula de hoje

(2x)
Jeremy falou
Falou

Jeremy faltou na aula de hoje

A música de Pearl Jam relata a história de Jeremy que suicidou-se aos 16 anos por causa do bullying.
Jeremy se matou com uma arma de fogo na frente de seus colegas e professora na sala de aula na Richardson High School (Richardson, Texas). Através dessa música o mundo pode conhecer a historia de Jeremy e sua dor. Jeremy era apontado como um ótimo garoto, mas muito solitário. Sofreu bullying por muito tempo. Viver o bullying pode nos levar ao precoce fim. Que, ao assistir esse e outros tantos vídeos, clipes, filmes, reportagens e outras histórias como esta, o AUTOR de bullying se transforme em uma pessoa melhor para o mundo. Bullying, por quê?
 Contem comigo...
Abraços, Carol.

Um comentário:

  1. Hello to every body, it's my first go to see of this web site; this webpage includes awesome and in fact excellent information for visitors.

    Here is my web site - cellulite treatment reviews

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Li e não gostei.

Acabei de ler uma matéria no site da Revista Encontro dizendo que o caso de Goiânia não foi bullying. Até aí tudo bem, nem sempre é fác...