quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Bullying com filhos, violência entre PAIS...

Assistam a esse vídeo, é muito chocante ver como os pais resolvem seus conflitos. A covardia deste pai, ao bater em uma mulher, na frente de seu filho impressiona, se ele age assim, como é que ensinará seu filho a se relacionar com o outro, a resolver seus problemas senão por meio da violência? Depois do vídeo, segue a reportagem tirada do site G1 portal de notícias:  


A agressão veio justamente de quem deveria dar o exemplo. Eu fico imaginando o exemplo que esse pai deu ao filho e que esse menino não vai esquecer para o resto da vida. E a reação da mãe também faz parte desse mundo que, na ausência de argumento, se apela para a agressão física. E a escola não pode lavar as mãos em um episódio assim. Ignorar um episódio assim está fugindo da sua responsabilidade.
E a propósito, hoje é Dia do Professor. É bom a gente lembrar de outra vítima nas escolas. Os mestres, volta e meia, são agredidos pelos alunos. Na capital do país, em Brasília, há pouco mais de um ano, um professor chegou a ser morto a tiros por alunos drogados na frente da escola pública.
Faz tempo que esse tipo de agressão existe, só que não tinha nome em inglês. Eu vivi isso no grupo escolar, onde fiz o curso primário. O menino que usasse óculos, que fosse obeso ou que fosse todo bem arrumadinho, era vítima. E não resolveram até hoje. Ganhou nome estrangeiro, a violência subiu aos pais, os pais aderiram à violência. E volta e meia, há a pancadaria.
Ou seja, há 60 anos, o que acontecia: os pais, em casa, acalmavam os ânimos. O tempo acabava por resolver essas questões. Hoje, parece que há muito mais gente à beira de um ataque de nervos. Se há adultos que passam essa violência aos filhos e se há escolas que fingem ignorar o que acontece, então, estão contrariando o bordão do momento: há o risco de ficar pior.
Eu fico perguntando, quantas vezes, nessa edição do Bom Dia Brasil, hoje, foi ouvida a palavra ‘medo’.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário!

Atendimento On Line

Você também precisa de orientação para solucionar um caso de bullying? Você é o responsável por uma criança que está sofrendo bullyin...