Uma das consequências do bullying!

11:43


MAIS NOTÍCIAS...
 
Uma das conseqüências para o autor de bullying é a maior chance de se envolver com drogas lícitas e ilícitas antes de completar 21 anos de idade. Além, é claro, do envolvimento com a criminalidade, abandono escolar, dificuldade de lidar com frustrações, e outras conseqüências...
Mas, para relacionar com a reportagem abaixo, o nosso foco segue no uso das drogas e do álcool. Quando trabalhamos o bullying, de verdade, por meio de um projeto na escola, o índice de bullying tende a diminuir, logo, o de autores e de alvos de bullying também caem.
Quem sabe, se um projeto a nível nacional surgisse para prevenir e combater o bullying, os índices abaixo apresentados não seriam diferentes?
Pensem nisso!
Segue a matéria que tirei do portal Terra hoje, às 11:00, grande abraço! 

 Estudo: 49% dos universitários já usaram drogas; 86%, álcool

 De acordo com o 1º Levantamento Nacional sobre Uso de Álcool, Tabaco e Outras Drogas entre Universitários das 27 Capitais Brasileiras, divulgado pelo governo federal nesta quarta-feira, 49% dos quase 18 mil estudantes entrevistados disseram que já ter consumido alguma droga ilícita pelo menos uma vez na vida. Ainda segundo o documento, 86% disseram já ter consumido álcool, índice que baixa para 80% entre os menores de idade.
O estudo foi realizado pela Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), em parceria com o Grupo Interdisciplinar de Estudos de Álcool e Drogas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (GREAFMUSP). A análise foi feita entre os estudantes matriculados no ano letivo de 2009 de 100 instituições públicas e privadas de ensino superior. As perguntas foram feitas por meio de um questionário preenchido pelos próprios entrevistados. O levantamento pesquisou o uso das substâncias em alguma vez na vida, nos últimos 12 meses e nos últimos 30 dias.
Ainda de acordo com a pesquisa, 21% dos universitários fazem uso de produtos derivados do tabaco atualmente. Segundo os dados divulgados, 47% disseram já ter experimentado cigarro ou outros pelo menos uma vez na vida.
O consumo de drogas lícitas e ilícitas entre os universitários é mais frequente que entre a população em geral, de acordo com a pesquisa. Entre os que mais consomem as drogas ilícitas, estão os universitários de instituições privadas, do Sul e Sudeste do País, da área de Humanas, que frequentam as aulas no período noturno e por aqueles com mais de 35 anos.
Segundo a pesquisa, os dados levantados no Brasil são semelhantes aos observados entre os estudantes universitários americanos em relação ao uso de álcool, tabaco e drogas ilícitas. No entanto, os brasileiros preferem os inalantes, enquanto que nos EUA a droga mais usada é maconha.
"O levantamento é o primeiro no País a analisar o comportamento de jovens universitários em relação ao uso de drogas", disse a secretária adjunta de Políticas sobre Drogas, Paulina do Carmo Arruda Vieira Duarte. Segundo ela, o Brasil possui hoje 2.252 instituições de ensino superior, totalizando mais de 5,8 milhões de estudantes universitários. De acordo com Paulina, a entrada na universidade, muitas vezes, inaugura um período de maior autonomia, possibilitando novas experiências, mas também se constitui em um momento de maior vulnerabilidade, tornando-os mais suscetíveis ao uso de drogas.
(Redção Terra às 10:05 data: 23/06/2010)

Você provavelmente vai gostar

3 comentários

  1. Beleza de comentário...show.. a negada bebe muito mesmo tem que parar, deviam mostra na tv gente caida na rua, homem batendo na mulher, e naum 1 monte de boizinho bebendo com umas gata do lado, tudos felizes, o bulling tá na minha vida a anos...... tó conseguindo sair só agora. Valeu aí, bala!

    ResponderExcluir
  2. esse site é uma merdaaaaaaaaa!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. va ai de cima acha isso porque nunca sofreu o bullying, so deve ter causado ele.e eu achei esse blog o maximo, me ajudou nomeu trabalho.Muito Obrigado!!!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!