Caso Columbine

16:18


Vinte de abril de mil novecentos e noventa e nove, Eric e Dylan chegam a Columbine high school, em Colorado nos Estados Unidos, pouco antes do meio dia, hora do almoço na escola. Abrem fogo inicialmente no refeitório matando primeiro um professor. Em seguida caminham pelos corredores carregados de armas automáticas e vestidos com seus casacos pretos, procurando por suas vítimas e matando-as friamente ao encontrá-las. Depois de mais doze corpos caídos sem vida, Eric e Dylan apontam suas armas para suas próprias cabeças e drasticamente colocam fim a essa tragédia e as suas próprias vidas.
Aparentemente podemos observar uma brutalidade e uma maldade sem fim por parte desta dupla de jovens assassinos. Porém quero chamar a atenção para o motivo que levou estes garotos e ainda leva também muitas pessoas a cometerem tais atitudes violentas.
Não se trata de uma justificativa por tal atitude, muito menos concordo com soluções drásticas para as soluções de determinados problemas.
O que quero ressaltar é que estes jovens, Eric e Dylan, não cometeram estes assassinatos e depois se suicidaram apenas por fazer.
A questão é mais profunda e séria do que imaginamos.
Nossa mente, quando mantida sob pressão e unida a um determinado conjunto de valores e fatores, pode nos levar a tais comportamentos.
Eric Harris tinha 17 anos e era filho de um militar da reserva. Seu pai mantinha um site na internet que ensinava a fazer vários modelos de bombas. Dylan Klebold, com 18 anos participava junto com o seu amigo Eric, segundo Osmar Freitas Junior, de um grupo denominado “The trench coat mafia”, traduzidos como “A Mafia da Capa”. Juntos com mais ou menos 20 integrantes faziam apologia ao satanismo, ao racismo, as armas e aos jogos (games) violentos. Eric e Dylan, além de terem em comum tais estilos de vida citados acima, o que os ligava era também o fato de ambos serem motivos de gozações e humilhações na escola.
O mais assustador é que a maioria das suas vítimas eram as pessoas que ao longo dos anos vieram a marginalizar esses dois jovens. Suas vítimas os apelidavam e, segundo Osmar Freitas Junior, chegaram a rotular Eric e Dylan como “bocós”.
Uma possibilidade é que o histórico de vida de Eric e Dylan não os levaria a tais atitudes se as humilhações e agressões psicológicas sofridas não tivessem ocorrido.
Enfim, este dia trágico foi repleto de dor e sofrimento para muitas pessoas ligadas a Columbine High school. Mas foi um dia importante para a sociedade no sentido de saber que bullying existe e é capaz de chegar a tais extremos como no exemplo citado.


Você provavelmente vai gostar

6 comentários

  1. eu acho que essa historia demonstra o
    que o bullying pode levar:à vingança
    e à violencia fisica e moral

    ResponderExcluir
  2. Acho muito simplista dizer que o que acarretou o massacre foi o bulltying... Há uma série de outras questões imensas e infinitas que estão em jogo num caso como esse. E acredito também que aceitar que um ato como o desses dois meninos foi consequência do bullying que sofreram é praticamente dar carta branca aos que sofrerão bullying posteriormente. Penso que o problema é muito maior e vai muito além disso.

    ResponderExcluir
  3. As vitimas de eric e de dylan não o bullinaram ao contrário eles tinham multiplos fatores para poderem odiar a escola(Já que a hierarquia lá era alta)eles foram importunados?foram,mas columbine não foi causado apenas por um fator mas por vários.Eles também descontavam seu ódio em outros garotos da escola

    ResponderExcluir
  4. "Eric e Dylan criaram a tragédia... Mas Columbine criou Eric e Dylan..."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ....estava demorando para escreverem merda!

      Excluir
  5. acredito eu que não foi só a culpa do bullying que levou Eric e Dylan a cometerem esse ato, mas com certeza sei que independentemente dos problemas que eles poderiam ter, a sociedade invés de ajudar, eles pioraram a situação cometendo o bullying, então pode se dizer que a sociedade não pode julga-los pelas morte, até msm as inocentes,pq elas não fizeram nada que pudessem mudar isso tudo, então não podem reclamar da consequência que isso levou..

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!