Caso Casey Heynes

09:56

O Caso (vídeo)

                      

A Entrevista


 
O conselho do garoto
Casey tornou-se um herói. E cá entre nós, me orgulho dele.
Resolver um problema de forma violenta não é o ideal,  desejável, nem se quer deveria ser cogitado.
Porém, Casey Heynes deu um basta nos seus tormentos desta maneira, e encontrou no mundo pessoas que compreenderam a atitude.
Quando dizem que o bullying é tão devastador quanto um tornado, isso é verdade. 
O fim deste caso poderia ter sido pior ainda, com o suicídio de Casey ou um grave ferimento do autor de bullying.
Diante a situação, o que mais me incomodou foi o conselho do Casey aos que sofrem bullying:
"Paciência, a escola não vai durar para sempre".
Como educadora me entristeço muito. Não com o garoto, é claro, mas sim pelo fato da escola, em sua grande maioria, não ser um lugar seguro, acolhedor e confiável para nossas crianças e adolescentes.

Carolina Giannoni Camargo.

Você provavelmente vai gostar

4 comentários

  1. As escolas querem saber apenas de receber o dinheiro da mensalidade e jogar a culpa somente nos pais. Absurdo.
    Ana Enfoque

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. asescolas se preocupam em se manter ,pois quem as mantem sao os mais ricos e poderosos,com isso elas preferem deixar os alunos que mais precisam do nosso apoio nas garras da civilizaçao opressora,acesse meu blog deixei uma postagem sobre o fenomeno bullyng,tem ate seu nome,obrigado:www.worldoflprm.blogspot.com

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!